RODA DE CONVERSA SOBRE O FILME EM PROCESSO “FALA, CASSANDRA”

Reunindo um grupo de atores para encenar uma montagem do texto “Agamêmnon”, de Ésquilo, Miguel Antunes Ramos investiga, em seu novo filme, os efeitos do desaparecimento de uma atriz no meio dos ensaios de um novo espetáculo. Ainda em finalização, o filme propõe uma reflexão sobre os processos de apagamento do poder e a onipresença das imagens de vigilância na sociedade contemporânea.

Convidado: Miguel Antunes Ramos – cineasta |Brasil
Mediação: Francis Vogner dos Reis – curador Mostra CineBH |Brasil